Páginas

Bem-vindos...

Vejo a chuva cair... o vento soprar... o sol entra pela minha janela... as nuvens passam. Tudo passa... E virão novos e bons tempos...

Bem-vindos...!

Veo la lluvia caer... el viento soplar... El sol entra por mi ventana y las nubes pasan... Todo pasa... Y vendrán nuevos y buenos tiempos...

¡Bienvenidos...!

(Alma Inquieta)

4 de fevereiro de 2011



ADIÓS...





Cuando yo ya no esté...
Aunque no me veas... mi mirada jamás se desviará de ti.
Búscame en la luz del amanecer... ahí estaré.

Cuando yo ya no esté...
Aunque no me escuches... mis palabras llegarán hasta ti.
Búscame en el canto de los pájaros... ahí estaré.

Cuando yo ya no esté...
Aunque no sientas mi perfume... mi aroma llegará hasta ti...
Búscame en la brisa que te acaricia... ahí estaré.

Cuando yo ya no esté...
Aunque no sientas mi presencia...
Yo estaré a tu lado... Sí... ahí estaré.

Búscame en la flor que brota,
en la hoja del árbol que cae...
Ahí estaré.

En el invierno que se despide...
O en la primavera que se anuncia...
Búscame ahí... que ahí estaré.

Porque un adiós nunca es definitivo...
es un ciclo que termina, es la flor que muere en invierno...
para volver a nacer...






ADEUS...


Quando eu já não esteja...
Ainda que não me vejas... o meu olhar jamais se desviará de ti.
Procura-me na luz do amanhecer... aí estarei.

Quando eu já não esteja...
Ainda que não me escutes... as minhas palavras chegarão até ti.
Procura-me no canto dos pássaros... aí estarei.

Quando eu já não esteja...
Ainda que não sintas o meu perfume... o meu aroma chegará até ti...
Procura-me na brisa que te acaricia... aí estarei.

Quando eu já não esteja...
Ainda que não sintas a minha presença...
Eu estarei a teu lado... Sim... aí estarei.

Procura-me na flor que brota,
na folha da árvore que cai...
Aí estarei.

No inverno que se despede...
Ou na primavera que se anuncia...
Procura-me aí... que aí estarei.


Porque um adeus nunca é definitivo...
é um ciclo que termina, é a flor que morre no inverno...
para voltar a nascer...



A.C
04.02.2011




42 comentários:

  1. Lindos versos...uma bela reflexão.

    Bjs meu

    Mila

    ResponderEliminar
  2. podemos ir,mas nossas marcas ficam..
    lindas palavras..
    beijo carinhoso..

    tem selo de gratidão lá no blog pra ti..

    ResponderEliminar
  3. Teus versos trás uma certeza inabalável. Bjos.

    ResponderEliminar
  4. Alma,

    son lindos tus versos, pero están llenos de tristeza..., no?
    La mirada de la foto (eres tú?) es muy dulce pero muy triste...

    Aún así, me gustan las imágenes.

    Te dejo un beso muy grande.

    ResponderEliminar
  5. Olá... To só passando pra ler-te e deixar um xêro pro final de semana ficar mais gostoso... rss

    Bj... Tatto

    ResponderEliminar
  6. Amélia, amada!
    Por isso gosto de dizer até breve... E mesmo que não estejamos mais nesse plano creio na sábias palavras de Dalai Lama...acontece assim como escreveu...renascimento em tudo! "Dê a quem você ama:asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar"
    Beijuuss n.c.

    ResponderEliminar
  7. ░░░(¯`:´¯)░░░░░░░⋰⋰
    ░░(¯ `•.\|/.•´¯)░░░⋰⋰⋰⋰⋰⋰
    ░(¯ `•.(۞).•´¯)░(¯`:´¯)⋰⋰⋰⋰
    ░░(_.•´/|\`•._)(¯ `•.\|/.•´¯)
    ░░░ (_.:._).░(¯ `•.(۞).•´¯)
    ░░░(¯`:´¯)░░(_.•´/|\`•._)
    ░(¯ `•.\|/.•´¯)░░(_.:._).
    ░(¯ `•.(۞).•´¯)░░░░⋰⋰⋰⋰⋰
    ░░(_.•´/|\`•._)░░⋰⋰⋰⋰⋰
    ░░░(_.:._)░░░░░⋰⋰⋰⋰⋰
    "La vida es como un viaje en barco, subes y bajas según las olas. Gracias a los amigos, no pierdes el horizonte. Y cuando sufres naufragios, la amistad es la ancla que te apoya mientras buscas el nuevo rumbo".
    **********
    Te deseo un Feliz y Hermoso Mes del Amor y la Amistad!
    (¯`v´¯)
    `•.¸.•´
    ¸.•´¸.•´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•´ .•´¸¸.•´¯`•-> ♥Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ SOYPKS Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ♥

    ResponderEliminar
  8. Precioso, Alma. El adios nunca es definitivo, siempre nos veremos en alguna parte...

    Un abrazo

    ResponderEliminar
  9. Amigos/as já fui ao médico tenho os meus exames de diagnostico
    Para fazer, foi-me dito que sofria de uma cefaleia aguda, mas estou muito medicada
    Graças a Deus estou melhor, e, já posso vir aqui mas sem abusar.
    Peço desculpa pelo tipo de comentários serem todos por igual
    Eu não gosto muito mas foi a maneira melhor, para vos dar uma satisfação.
    Porque quando gostamos dos nossos amigos sabemos que todos gostam de ter noticias nossas.
    Espero dentro em breve tudo voltar ao normal, beijinhos de luz e muita paz em vossos corações, cada amigo que eu tenho é uma estrela a mais que nasce no céu.

    ResponderEliminar
  10. hola alma,que bonito y emotivo poema amiga,pero tan real,porque tambien pienso que cuando ya no este lo seguire estando en todas aquellas que tienen vida,en la brisa del viento,en el perfume de una flor y no me quiero emosionar jajajajja,pero ya lo has logrado jajajja,gracias amiga amiga por haberme hecho emosionar,bello lo que has escrito.

    un fuerte abrazo y feliz fin de semana reina!!!!!

    ResponderEliminar
  11. As marcas e as lembranças sempre ficam...

    abraços
    de luz e paz

    ResponderEliminar
  12. Bellos y reflexivos versos, querida Alma. Un placer visitarte y leerte, amiga.
    Feliz fin de semana.
    Besos. María.

    ResponderEliminar
  13. Amélia,

    Ainda que não estejamos, nossa presença está naquilo através do qual vivenciamos.

    Belos versos.

    Por falar nisso, estou com saudades de você. Estou ausente, eu sei, mas não esqueço de você.

    Beijão.

    ResponderEliminar
  14. Oi minha linda Alma
    que lindo seu blog com novo visual
    hoje estou podendo visitá-la , também cheia de saudades
    lindo poema com esperanças de que nenhum adeus é definitivo ,
    sempre fica lembranças dos momentos e a essencia fica no ar...
    obrigada pelo carinho
    volto porque gosto daqui e dos seus estados de alma
    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Quem ama de verdade não acredita no adeus!

    A esperança não nos deixa aceitar uma separação como definitiva...

    Bonitas palavras, Amélia/Alma!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  16. Triste, pero muy hermoso, lleno de emotividad y reflexión, se muere para volver a nacer, en el corazón que nunca olvida.

    Mis saludos

    ResponderEliminar
  17. e mesmo que eu não comente teus versos, sempre estarei aqui a ler-te..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  18. Amália, tenho vindo quase que diariamente ao seu blog e não consigo comentar...Hoje tentei mais uma vez e vou ver se entra.
    O poema é lindo, procurei pelo autor e agora sei que é seu. Muito comovente. Assim também gostarei de ser lembrada.
    Muitos beijos e meu carinho!

    ResponderEliminar
  19. Querida amiga simplesmente maravilhoso. Uma forma linda de ver um adeus.
    Passei também para lhe oferecer um miminho especial é o “Selo de Qualidade”, que recebi e que gostaria de partilhar consigo, pois o seu blog merece sem sombra de dúvidas este presente. Está no meu cantinho “SELINHOS – Presentes dos AMIGOS”
    Tenha um Domingo maravilhoso
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  20. Es tan emotivo este poema que me desgarra el corazón, estos versos son tristes pero de un contenido muy especial, espero que estés bien amiga, te dejo un abrazo enorme.

    Besos

    ResponderEliminar
  21. Hola Amelia
    Claro que no es un Adios... dice René Trossero, no es morir para siempre, sino comenzar a vivir de otra manera.., como dice nuestro amigo Sergio, hay ausencias pero no vacíos, lo que no está y no se ve, está cuando se siente.
    Hermosa reflexión.
    Besos

    ResponderEliminar
  22. Alma,tu texto lleva implícita una despedida...Espero,igual que Medianoche que,estés bien.Siempre estaremos presentes en las personas,que no nos olvidan y nos saben ver en los mensajes y belleza de la vida.
    Te dejo mi felicitación por tu sensibilidad y mi abrazo inmenso,amiga.
    FELIZ DOMINGO Y ÁNIMO.
    M.Jesús

    ResponderEliminar
  23. Te noto triste, quizás por algún motivo en especial?..
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  24. Amelia
    Gostei do teu Adeus.
    Lindo de verdade
    Obrigada pelas palavras bonitas. Senti amizade...



    Um beijo

    ResponderEliminar
  25. Existe uma fênix dentro de nós, por isso nunca há um "adeus" definitivo.

    Tudo é um novo começo.

    Parabéns pelo poema. Encantador! :-)

    Ps. Respondendo sua pergunta lá no blog: sim, minha filha está bem, obrigado!

    Abraços, e muito sucesso para você!

    ResponderEliminar
  26. ... e assim nunca dirás adeus...

    Bjs e boa semana!!

    ResponderEliminar
  27. Olá Amélia,

    Um belo poema, verdadeiro, mas quie me deixou muito nostálgico!

    Abraço grande

    ResponderEliminar
  28. - Há adeuses que ressoam
    - Mensegens de "nunca mais!"
    - Os teus, parece-me, soam:
    - "Não te deixarei jamais..."

    - Adeus, Amélia... a gente se encontra na próxima brisa... na onda que virá... na primeira flor de tua primavera, ou na última folha de meu outono... ou talvez no próximo "post". Adeus. Até já...

    ResponderEliminar
  29. Lindo, gostei demais. Palavras sensíveis que nos tocam, despedidas são sempre tão doloridas, melhor um até breve, um até logo do que que um adeus... Beijos ♥

    ResponderEliminar
  30. Saudade que bate aqui em meu peito
    Saudade dolorosa, que vem e que fica...
    Vem sorrateira, vem quieta em meu peito
    Chegando soturna, amarga e prevista...
    Amiga,
    É bom quando a saudade evoca momentos felizes.
    Então tornam-se em doces recordações.
    Um abraço, beijos.

    ResponderEliminar
  31. Minha querida

    Sem palavras...digo apenas...divino.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  32. Hola amiga mía:

    Siempre queda en el corazón y mente de las personas, la energía de las personas que hemos amado.

    Es una entrada preciosa.

    Pero no nos hemos de ir hasta que el Señor quiera.
    Nunca adelantar nuestro adiós.
    Ya llegará nuestra hora, cuando tenga que llegar.

    Besos, Montserrat

    ResponderEliminar
  33. Coisa linda. Quase uma oração.
    As imagens idem.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  34. Olá ALMA INQUIETA, grato p/ comentario no ARCA do CONHECIMENTO e p/ palavras. Abrçs. Roy Lacerda.

    ResponderEliminar
  35. Querida amiga hoje vim especialmente agradecer o seu carinho por ter comemorado comigo o aniversário da minha mãe.
    “A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.” (Ralph Waldo Emerson)
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  36. Tienes razon: los adioses definitivos no existen. el recuerdo atiza ñas cenizas del corazòn, las convierte en brassa y luego estas arden como fuego en los ojos. No hay adioses definitivos.

    UN abrazo y que Dios te vendiga siempre.

    ResponderEliminar
  37. Belos, profundos, envolventes, e reflexivos versos! Aplausos!!! Querida amei tudo que vi e li por aqui, seu blog é lindo e aconchegante! Deixo carinhos pra ti... Bjsss

    ResponderEliminar
  38. Hola querida Alma, amei os versos! Tudo muito belíssimo, bjsss da tua filhinha do coração.
    Mary Fenix

    ResponderEliminar
  39. Querida amiga

    Diante de tantas palavras
    inundadas de fé e esperança,
    só nos resta a contemplação,
    para que possamos sentí-las
    no mais intímo do nossos ser.

    Que as cores da alegria
    estejam sempre em tua vida.

    ResponderEliminar
  40. Amélia

    Vim deixar a noticia...

    Sábado dia 19 De Fevereiro

    Tenho apresentação do meu livro

    Caminhei ...Caminhando
    e a apresentação de Algumas telas...

    a Apresentação Será às 15H 45 Minutos
    na Casa Luso-Angolana

    Associação Lusófona do Porto

    PRAÇA DAS FLORES

    Edifício Fontanário.

    Porto

    Conto contigo e leva amigas(os)


    beijos

    ResponderEliminar
  41. Delicioso poema, nacido del corazón.
    Felicidades, me ha gustado muchísimo.
    Bravo.

    ResponderEliminar



¡Deja hablar tu corazón...
tus palabras son carícias en mi alma!

ALMA


Deixa o coração falar...
as tuas palavras são caricias para a minha alma!

ALMA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...