Páginas

Bem-vindos...

Vejo a chuva cair... o vento soprar... o sol entra pela minha janela... as nuvens passam. Tudo passa... E virão novos e bons tempos...

Bem-vindos...!

Veo la lluvia caer... el viento soplar... El sol entra por mi ventana y las nubes pasan... Todo pasa... Y vendrán nuevos y buenos tiempos...

¡Bienvenidos...!

(Alma Inquieta)

7 de outubro de 2011



¡No vivo sin ti...!




Entraste en mi vida sin hacerte anunciar...
Sabía que vendrías... mi intuición ya me lo decía...
Mis días ya no serán iguales... ¡ya nada será igual!
¡Tu presencia lo revoluciona todo!
Mis amaneceres serán matizados de vivos colores...
Tu sonrisa me llegará en forma de brisa y me hablarás con la emoción de los que viven un gran amor... ¡todo pintarás con tus colores!
Caminaré calles por ti pavimentadas... lo harás porque quieres hacer parte de mi vida..., pero mi existencia sin ti, también, ya no haría sentido...
Te cuento un secreto... 
Tienes un lugar especial en mi vida... ¡No vivo sin ti...!
¡Me encanta que estés conmigo, Otoño...!





Não vivo sem ti...!

Entraste na minha vida sem te fazer anunciar…
Sabia que virias... a minha intuição já mo dizia...
Os meus dias já não serão iguais... aliás, nada será igual!
A tua presença revoluciona tudo!
As minhas alvoradas serão uma aguarela de cores vivas.
O teu sorriso chegar-me-á em forma de brisa e falar-me-ás com a emoção de quem vive um grande amor... pintarás tudo com as tuas cores!
Percorrerei ruas por ti pavimentadas... fá-lo-ás porque queres fazer parte da minha vida..., mas a minha existência sem ti, também, já não faria sentido...
Vou contar-te um segredo... 
Tens um lugar especial na minha vida! Não vivo sem ti...!
Estou encantada de ter-te comigo, Outono...!




Amélia 
07.10.2011




28 comentários:

  1. Hola Alma,

    Me encanta que hayas publicado. Tenía muchas ganas de leerte!
    Es preciosa esta declaración a ese Otoño que parece te hace muy feliz... me alegro!
    Las imágenes son bellísimas!

    Un beso y buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  2. que linda coincidência Amélia..estava aqui a ler tuas palavras.. sempre belas.. cores de outono..
    beijos perfumados de carinho..

    ResponderEliminar
  3. Mi querida Amelia, que recibimiento más romántico le has dado al señor otoño, yo hubiera hecho lo mismo, es una de las estaciones que más me gusta, porque es fresca, pero a la vez cálida, invita a una tacita de café, a quedarte en casa, a disfrutar la lluvia por la ventana, y el pasisaje con sus hojas secas,en una paleta de colores bellísimos, aunque tengo entendido que por ahí siguen algunos calores.
    Me alegra verte de nuevo por aquí.
    Besitos
    Mabel

    ResponderEliminar
  4. Bello tu poema, con un toque de aňoranza y felicidad, esta hermoso*
    El otoňo, es maravilloso y magico de hecho es mi estacion favorita,
    Un placer leerte, me encanto pasar a visitarte
    Besos y abrazos feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  5. Hola Amelia:
    Es una entrada preciosa dedicada al Otoño, estación que también tiene sus encantos.
    Besos, Montserrat

    ResponderEliminar
  6. Lindo demais,Amélia!! Inspirada e linda! beijos,ótimo fim de semana,chica

    ResponderEliminar
  7. Gracias mi querida Amélia por estar a mi lado, me has hecho muy feliz con tu visita.
    Gracias
    Te dejo dos besos de ternura por los dos años de vida de mi blog
    con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar
  8. Também não vivo sem ti........Outono.
    Lindas fotos........de Outono
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Estava saudosa de suas postagens e visita. Obriagada pelo carinho deixado pro meu filhote! Quanto ao outuno sabes que, por aqui, não o temos com esse colorido...Em compensação nossa primavera é de encher os olhos e colorir a alma.
    Beijuuss, amada, n.a.

    ResponderEliminar
  10. Ah, esses irmãos, filhos do Equinócio, que nunca se encontram! Enquanto o apaixonado Outono estende a teus pés um tapete de folhas douradas, sua irmã, a doce Primavera, cobre-me amorosamente com um dossel de flores perfumadas!
    Beijos, Amélia.

    ResponderEliminar
  11. Uma declaração linda ao Outono, assim me declaro a primavera que aqui chegou e peço a ela que encha minha vida da alegria do perfume das flores.
    Beijos querida Amélia.

    ResponderEliminar
  12. Quién , como el otoño, muere ofreciendo los más bellos colores ? Bello poema

    ResponderEliminar
  13. Olá, Amélia!

    Linda esta confissão de amor dedicada a uma estação do ano; feita com os tons de Outono, e o calor da Primavera!
    Bom fim de semana; beijinhos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  14. Gracias, Amelia, por compartir belleza a traves de tus escritos. Te echaba de menos, amiga.

    Buen domingo y besos dorados como el otoño que nos circunda. María

    ResponderEliminar
  15. Nossa desnudaste a alma... ah! outono. Olá querida amiga finalmente estou arrumando as coisas (acho), efeito natural depois de 30 dias longe de cá, não vejo a hora de mais trista :-) pena que só uma vez por ano :-( assim, somente em setembro vindouro Amélia que ai estarei novamente. Deixemo-lo chegar. Um beijo enorme nesta alma para aquietá-la.

    ResponderEliminar
  16. Amélia,

    Muito interessante a forma como você foi nos mostrando o "personagem". Só aos poucos, o leitor vai percebendo que não se trata de uma pessoa, o que se confirma no final. Gostei.

    Do lado de cá, quem deu as caras foi a Primavera.

    Feliz Outono para você, Amélia.

    Beijos

    ResponderEliminar
  17. O vento arrasta as folhas de Outono, mas ainda ardem nas mãos caricias de Verão!...

    Beijos,
    AL

    ResponderEliminar
  18. Identifiquei-me tanto com este blog!
    Há nele algo de familiar como se as nossas almas
    (algures...) se tivesse cruzado um dia.
    Tudo de bom Poeta-
    Beijo
    Vóny Ferreira

    ResponderEliminar
  19. Sabes...la estación que más me gusta es el otoño, es un crecimiento que se hace en un invernadero espiritual para ser fértil en otro momento.
    Con ternura
    Sor. Cecilia

    ResponderEliminar
  20. Olá minha querida, há quanto tempo, e este outono que não quer tomar seu tempo.
    Teremos verão para nos aquecer até ao Inverno, mas as saudades essas nunca passaram de meras recordações.
    Que maravilhosas palavras, que lindo Outono nos destes para ler, que a tua felicidade nunca tenha um "mas" tenha sempre"e".
    Beijinhos de luz e muita paz no teu Outono...

    ResponderEliminar
  21. Bom é te ver de novo, nos brindando com mais belos versos...
    Abraços!

    ResponderEliminar
  22. hola amaiga Amelia,

    Feliz otoño para ti y la gente que amas

    besos

    ResponderEliminar
  23. Gosto do Outono mas ele não gosta de mim...
    Neste amor não recíproco, sempre digo que é no Verão que estou bem.

    Belo o poema e as ilustrações.

    Beijinho
    Ana Sofia

    ResponderEliminar
  24. Me encantó leerte, te seguiré leyendo.

    ResponderEliminar
  25. Olá Alma,
    Emocionante a leitura do seu texto...

    Bjs

    ResponderEliminar
  26. OI ALMA!
    ADOREI TEU BLOG.TUA PAIXÃO PELO OUTONO É CONTAGIANTE, E CONCORDO CONTIGO, É UMA ESTAÇÃO DIGNA DESTE AMOR.
    http://zilanicelia.blogspot.com/
    ABRÇS

    ResponderEliminar



¡Deja hablar tu corazón...
tus palabras son carícias en mi alma!

ALMA


Deixa o coração falar...
as tuas palavras são caricias para a minha alma!

ALMA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...