Páginas

Bem-vindos...

Vejo a chuva cair... o vento soprar... o sol entra pela minha janela... as nuvens passam. Tudo passa... E virão novos e bons tempos...

Bem-vindos...!

Veo la lluvia caer... el viento soplar... El sol entra por mi ventana y las nubes pasan... Todo pasa... Y vendrán nuevos y buenos tiempos...

¡Bienvenidos...!

(Alma Inquieta)

12 de julho de 2011



Procesos...




Quien me conoce sabe que no necesito mucho para ser feliz.
No ambiciono una casa con piscina. ¡Mi casa es mi castillo!
No deseo un auto de alta gama. ¡Tengo lo que puedo tener!
No tengo la ambición de ser millonaria. ¡Tengo lo suficiente para sentirme una privilegiada!
Soy muy agradecida a la vida por todo lo que tengo, por mi familia, por mis amigos y, por sobre todo, por mis hijos que son lo más precioso que tengo.
Y así, la vida, a veces, me regala pequeñas victorias que saben a grandes conquistas.
Una de esas victorias es poder ver la vida bajo una nueva perspectiva, confirmando que la perseverancia siempre da sus frutos. Desistir no es palabra de mi vocabulario, aunque, a veces, el recorrido se haga por caminos pedregosos.
Tal vez sean, precisamente, esos obstáculos de mis caminos sinuosos que permiten que descubra en mí una fuerza que yo misma desconocía.
Ahora tengo ganas de celebrar las pequeñas victorias logradas en cada etapa sin esperar llegar a la meta...
Porque, si lo hago, seguramente llegaré al fin del recorrido mucho más feliz...
¡Y, aunque me falten etapas por recorrer..., hoy estoy feliz!





Processos...


Quem me conhece sabe que não necessito de muito para ser feliz.
Não ambiciono uma casa com piscina. A minha casa é o meu castelo!
Não desejo um carro topo de gama. Tenho o que posso ter!
Não tenho a ambição de ser milionária. Tenho o suficiente para sentir-me uma privilegiada!
Sou muito agradecida à vida por tudo o que tenho, pela minha família, pelos meus amigos e, sobretudo, pelos meus filhos que são o meu bem mais precioso.
E assim, a vida, às vezes, presenteia-me com pequenas vitórias que sabem a grandes conquistas.
Uma dessas vitórias é poder ver a vida sob uma nova perspectiva, confirmando que a perseverança sempre dá os seus frutos. Desistir não é palavra que faça parte do meu vocabulário, ainda que, às vezes, o percurso se faça por caminhos pedregosos.
Talvez sejam, precisamente, esses obstáculos dos meus caminhos sinuosos que permitem que descubra em mim uma força que eu mesma desconhecia.
Agora tenho vontade de celebrar as pequenas vitórias conseguidas em cada etapa sem esperar chegar à meta...
Porque, fazendo-o, seguramente chegarei ao fim do percurso muito mais feliz...
E, ainda que me faltem etapas por percorrer..., hoje estou feliz!



Amélia
12.07.2011



16 comentários:

  1. Hola Alma,

    es un privilegio leerte... qué lindo lo que dices:
    "¡Tengo lo suficiente para sentirme una privilegiada!"
    Una persona tan agradecida a la vida merece ser muy feliz y tu lo serás... seguro!
    Te deseo lo mejor del mundo, lo mereces!

    Un beso muy grande.

    ResponderEliminar
  2. Alma, así me gusta leerte!
    Me alegro que estés feliz!
    Disfruta de las pequeñas victorias logradas en cada etapa sin esperar llegar a la meta... y que seas muy feliz!

    Un beso y buena semana.

    ResponderEliminar
  3. Linda reflexão e há muito sempre a percorrer.Que seja lindo o caminho!beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Hola Alma preciosa entrada.
    Que la felicidad siempre te guíe aunque a veces las cosas no salgan como esperas. No la pierdas nunca y todo será más fácil.
    Un besito.

    ResponderEliminar
  5. Querida Amélia, que lindas suas palavras.
    É tão bom sentir quando nossos amigos estão felizes, ficamos também.
    Desejo-te muito sucesso, muita saúde, muita paz e muitas alegrias.
    Beijinhos com carinho.

    ResponderEliminar
  6. Hola Alma.
    Una entrada preciosa.
    Has demostrado ser una gran persona, humilde, agradecida y privilegiada.
    Te felicito por ver castillos no solo en los cuentos.
    Un abrazo.
    Ricard

    ResponderEliminar
  7. Quando conseguimos qualquer coisa, por pouco que pareça, à custa de esforços ou sacrifícios, esta coisa passa a valer mais do que valeria se nos fosse dada de graça!
    Por isto, é tão bom saber que fomos capazes de obter algo, não pelo valor material do que foi conquistado, mas por termos tido a capacidade de conquista-lo.
    Agora, quando se trata de filhos e amigos verdadeiros, o valor é inestimável!
    Abraços, Amélia!

    ResponderEliminar
  8. Amélia....

    Hoje isso é o que mais tenho... ( PROCESSOS ).. rss

    Mas a vida continua...
    Beijo
    E boa sorte
    Tatto

    ResponderEliminar
  9. Hola Alma, que lindo verte así, me encantó tu forma de ver las cosas. Sigue así.
    Un fuerte abrazo
    Mabel

    ResponderEliminar
  10. Amiga Amélia,

    Sei que este texto é autobiogrático, mas me identifiquei bastante com ele.

    Atualmente, vivo assim. Não é necessário ter grandes posses para ser feliz. Cada passo dado, rumo à conquista das metas traçadas, deve ser comemorado.

    E quando a meta for alcançada, terei mais motivos ainda para ser feliz. Mas, enquanto os passos não são dados (por algum motivo que não seja da minha vontade) e os sonhos não são realizados, ainda assim sou feliz, por tudo que conquistei e me faz bem.

    Beijão, Amélia. E me perdoe pelo sumiço. Você sabe que considero você uma verdadeira amiga, uma conquista, bênção de Deus.

    ResponderEliminar
  11. Caminhos retilíneos não têm graça. Onde a surpresa que nos aguarda atrás de cada curva? Onde o encanto do desconhecido, o sabor do desafio e da conquista?
    Boa sorte em teu navegar, Amélia! Beijo!

    ResponderEliminar
  12. Ola amiga
    Estou na final da ostra poesia, me desculpe por vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
    Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
    No final da pagina das poesias esta escrito
    VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
    Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
    Desde já lhe agradeço de coração.
    Tudo do melhor para você.
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  13. Olá sou a Lindalva da Ilha e administradora do Ostra da Poesia e teu voto foi computado com sucesso no Pena de Ouro. ♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

    ResponderEliminar
  14. O blog “É O MENINO HOMEM?” vai comemorar o 3º aniversário e convidado especial é VOCÊ! Convido-te a participar do Blogagem Coletiva: “MINHAS PRIMEIRAS LEITURAS”, que acontecerá neste domingo (17 de Julho), com a intenção de promover um interessante diálogo sobre as iniciais experiências no universo encantado das palavras... Não deixe de conferir e rememorar momentos tão inesquecíveis! Confirme sua presença no meu blog e veja o regulamento para a postagem.

    Um beijo,
    do MENINO-HOMEM

    Fique com Deus!

    ResponderEliminar
  15. Querida amiga un placer volver a leerte y sobre todo este escrito en especial me ha encantado yo hoy celebro la victoria d ela vida, hoy disfruto de una nueva oportunidad para volver a agradecer.
    Hola amiga Alma estoy de vuelta en mi blog, un poco mas recuperada de mi salud , tal ves no al cien por ciento, pero si con un gran entusiasmo y cariño de compartir de nuevo con los amigos como tu, te dejo un gran abrazo y muchas bendiciones con amor....luz estrella

    ResponderEliminar
  16. querida Amelia,
    brindemos à vida!
    ela nos leva por caminhos de fé..
    beijos e um lindo final de semana.

    ResponderEliminar



¡Deja hablar tu corazón...
tus palabras son carícias en mi alma!

ALMA


Deixa o coração falar...
as tuas palavras são caricias para a minha alma!

ALMA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...