Páginas

Bem-vindos...

Vejo a chuva cair... o vento soprar... o sol entra pela minha janela... as nuvens passam. Tudo passa... E virão novos e bons tempos...

Bem-vindos...!

Veo la lluvia caer... el viento soplar... El sol entra por mi ventana y las nubes pasan... Todo pasa... Y vendrán nuevos y buenos tiempos...

¡Bienvenidos...!

(Alma Inquieta)

18 de maio de 2010



Fríos que duelen...


   
No sé si yo lo interpreté a él y si él sabía lo que yo sentía..., lo cierto es que Serpai me ha enviado este escrito y me ha dicho: “lo hago, porque por un momento pensé como tú y sé que hubieses escrito lo mismo..., quizás con diferentes palabras, pero igual en esencia…” y yo lo comparto con mis seguidores…

Gracias Sergio, porque me dijiste que es un regalo...!

 A.C.

Separado de una vida diferente..., solo por el espesor de un vidrio...
Separado de uma vida diferente..., apenas pela espessura de um vidro...



Hace frío en mi ciudad y pienso en los que tienen frio por no tener, como lo tengo yo, un hogar en donde recibir calor...!

Pienso en manos moradas casi indolentes, insensibles ya anestesiadas por el frío...

Imagino manos casi rozando llamas de fuego improvisado para combatirlo...

Manos que deberían estar abrazando al ser amado... hoy luchan por sobrevivir...

Manos que quisieran tener como destino la cabeza y el rostro de un hijo, un sobrino, un niño y dar amor así... hoy solo quieren huir del "implacable"... que les hiela la piel y la sangre...

Pienso en los que solo saben que la palabra "hogar" es un sustantivo, gramaticalmente una palabra aguda, nada más...!
Pero que si supieran que "hogar" es un lugar elegido para vivir alegrías y compartir... les sería una palabra que duele... por no poseerlo...!

A esos seres recuerdo hoy que hace frío...!

Y porque aun no amanece le pido a Dios el milagro de que, así como un día hizo posible que cinco panes y dos peces fueran más y alimentaran multitud, así hoy, pudiera hacer que dos mantas sobre estos mis hermanos multiplicaran su calor y que puedan ver el sol con la calidez de este milagro realizado...!

¡Dios mío, si yo tengo un ángel... envía un ejército de ellos a recorrer plazas, estaciones, reparos donde estos, mis hermanos, y, a la vez, hijos Tuyos, esperan el roce de sus alas para avisarles que no están solos...!

Y me han dicho que de imposibles... Tú sabes mucho...! ...Yo quiero verlo...!

Y regala caricias, alivios, pero también oportunidades nuevas a aquellos a los que se le han negado todas...
Perdona el egoísmo de la queja por superficialidades... cuando otros sufren de dolor profundo...!

Y dame la oportunidad, también, de mirar aquello que es causa de que muchos desvíen sus miradas...!

Y haz que sea posible luchar por causas que parecen perdidas, y pensar que, mientras la causa sea un semejante, es una causa digna de sobrellevar...!

Yo, hoy, comienzo por "darme cuenta" que es la única manera de empezar...!!


El mundo sigue su marcha..., sin importarle nada...
O mundo segue o seu caminho..., sem importar-lhe nada...



Não sei se eu o interpretei a ele e se ele sabia o que eu sentia..., o certo é que Serpai me enviou este escrito e disse-me: “faço-o, porque por um momento pensei como tu e sei que terias escrito o mesmo..., quiçá com diferentes palavras, mas igual em essência…” e eu partilho-o com os meus seguidores…

Obrigada Sergio, porque me disseste que é um presente...!

 A.C.

Frios que doem...



Faz frio na minha cidade e penso nos que têm frio por não ter, como tenho eu, um lar onde receber calor...!

Penso em mãos roxas quase dormentes, insensíveis já anestesiadas pelo frio...

Imagino mãos quase roçando chamas de fogo improvisado para combate-lo...

Mãos que deveriam estar abraçando o ser amado..., hoje lutam por sobreviver...

Mãos que queriam ter como destino a cabeça e o rosto de um filho, um sobrinho, uma criança, e assim dar amor..., hoje apenas querem fugir do “implacável”... que lhes gela a pele e o sangue... 

Penso nos que apenas sabem que a palavra “lar” é um substantivo, gramaticalmente uma palavra aguda, nada mais...!
Mas que se soubessem que “lar” é um lugar escolhido para viver alegrias e partilhar... seria uma palavra que lhes dói..., por não o possuir...!

A esses recordo hoje que faz frio...!

E, porque ainda não amanhece, peço a Deus o milagre, assim como um dia fez possível que cinco pães e dois peixes fossem mais e alimentassem uma multidão, assim hoje, possa fazer que duas mantas sobre estes meus irmãos multipliquem o seu calor e que possam ver o sol com o conforto deste milagre realizado...!

Meu Deus, se eu tenho um anjo... envia um exército deles a percorrer praças, estações, cantos onde estes, meus irmãos, e, ao mesmo tempo, filhos Teus, esperam o toque das suas asas para avisá-los que não estão sós...!

E disseram-me que de impossíveis... Tu entendes muito...! ...Eu quero ver...!

E oferece carícias, alívios, mas também oportunidades novas àqueles a quem se negaram todas...
Perdoa o egoísmo da queixa por superficialidades..., quando outros sofrem a dor profunda...!

E dá-me a oportunidade, também, de olhar aquele que é causa de que muitos desviem o seu olhar...!

E faz que seja possível lutar por causas que parecem perdidas, e pensar que, enquanto a causa seja um semelhante, é uma causa digna de aguentar...! 

Eu, hoje, começo por “dar-me conta” que é a única forma de começar...!!



Serpai
18.05.2010



44 comentários:

  1. ¡Estremecedor post, Alma!

    Estas llamadas de conciencia son cada vez más necesarias en un mundo que se ahoga en el egoísmo, no podemos dejarlo pasar, la solidaridad con nuestros hermanos es un deber que jamás deberíamos olvidar...

    La foto es tremenda...alguien mira la miseria y pasa de largo...¡Mon Dieu!

    He leído también tu post anterior y te felicito por tu solidaridad y tu generosidad, querida amiga.

    "¡Ojalá que alguna vez nos demos cuenta que a este mundo lo salvaremos cuánto más cosas nos unan y no cuánto más separados estemos...!
    POR ESO...Yo apuesto a la Libertad... ¿y Tú...?"

    ¡Yo también, Alma, quiero vivir en un país como "Ensueño Ideal"; con el pico del cariño y la pala de la generosidad para tirar el denso muro del EGOÍSMO!!

    Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  2. Lindo teus poste!
    O frio que agoniza à alma é o que mais a fragmenta...
    Bjs!
    Mila

    ResponderEliminar
  3. ... e tuas palavras serão chamas,
    e aquecerão corações,
    e a alegria voltará
    no calor de teus verões.

    ResponderEliminar
  4. siempre dejas una gran reflexión.
    besos

    ResponderEliminar
  5. Eu ainda prefiro o calor...
    O calor humano, que aquece a alma e o coração... o calor que abriga e que nos saca um sorriso...
    o frio gela a alma... deixamos de sentir e congelamos nosso coração...
    Não... prefiro o calor!
    Beijos, flores e muitos sorrisos!

    ResponderEliminar
  6. Emocionante o texto e nos faz refletir sobre tantas maos enrijecidas pelo frio e solidão.
    Que encontremos formas de começar ...
    abraços abraços

    ResponderEliminar
  7. Creí conocerte al ver tu foto y me sorprendo al ver que sos de Portugal. Esto desborda mis emociones y temores.

    ResponderEliminar
  8. Minha querida amiga venho só para te deixar um abracinho reconfortante, e também o meu beijinho de luz e paz.

    ResponderEliminar
  9. Deseo que tus letras temple a todos los seres humanos a prestar ayuda a quienes sufren la desgracia de la soledad ,el hambre y la miseria, por todos ellos ruego a Dios su misericordia y bondad.

    Besos

    ResponderEliminar
  10. Realmente conmovedor.
    No se espera menos que de dos bellas personas como ustedes.

    Felicitaciones A Sergio por tan sublimes pensamientos.
    Y a ti por tanta sensibilidad.

    Besotes.

    ResponderEliminar
  11. AMÉLIA QUERIDA..
    ESTOU DE VOLTA E AGRADECENDO TEU CARINHO..
    A BHASINHA ESTÁ ÓTIMA, LINDA MESMO, MAS TEM VIRADO O DIA PELA NOITE, AGORA ESTÁ A DORMIR, E DE NOITE FICA ACORDADA ATÉ DE MANHA..
    TÁ COMPLICADO, MAS DE VEZ EM QUANDO ELA FAZ ISSO...
    TEM QUE TER PACIENCIA, O PAI DIZ PARA DEIXA-LA A VONTADE, MAS EU FICOU MALUQUINHA COM ISSO...
    LOGO ELA VOLTA AO NORMAL.
    EU ESTOU BEM , COM MUITAS SAUDADES DE LER OS BLOGS E VISITAR OS AMIGOS..
    COM VC ESTÁ QUERIDA AMIGA???
    MANDE-ME NOTICIAS TUAS..
    DESEJO QUE SEJAS MUITO FELIZ SEMPRE E APROVEITES A VIDA , ELA É MUITO CURTA E DEVE SER SORVIDA ATÉ A ULTIMA GOTA...
    QUANDO VENS AO BRASIL E NOS VIZITAR???
    SAUDADES DE VC.
    BJUIVOS NO SEU CORAÇÃO.
    VAMOS NOS ESCREVENDO.

    ResponderEliminar
  12. Esse frio que castiga não só o corpo mas a alma e o coração, lamento de um mundo tão cheio de desigualdades .
    Que Deus aqueça com seu manto e seu amor esses pobre corações.
    Pactuo do seu pezar, querida Amélia.

    Agradeço o carinho de suas visitas, será sempre bem acolhida.
    Beijo de boa noite.

    ResponderEliminar
  13. Alma,

    Você escreveu esse post com seu coração.

    De um lado, a frieza do corpo. As pessoas que não têm abrigo nesse momento de frio (temperatura baixa) são carentes de um teto e de uma mão amiga.

    Do outro lado a frieza do espírito. Pessoas que podem ajudar, estendendo a mão, mas nem sequer um pedaço de pão distribuem para quem está tremendo de frio.

    Se pudéssemos multiplicar o que temos para dar a tantas pessoas necessitadas, né? Mas infelizmente não temos essa capacidade. Fazemos o que está na nossa possibilidade. Mas Deus é rico em amor e, com certeza, Ele contemplará o desejo daqueles que sofrem.

    Beijos, Alma, e uma excelente quinta-feira pra você.

    ResponderEliminar
  14. Uma imagem brutalmente real... as suas palavras completam e reforçam a moldura urbana e humana de desolação e indiferença com que nos deparamos diariamente!

    Excelente, este seu post.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  15. Querida amiga, del país hermano.
    Tus reflexiones llegan al corazón.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  16. Mãe,

    acho que foi das primeiras vezes, senão a primeira vez em que chorei ao ler uma das tuas entradas :) absolutamente fantástica!

    Nunca foi segredo para mim, em 21 anos de existência, o teu lado carinhoso e preocupado com os outros.

    As palavras do Sérgio, como sempre, tão belas e cheias de sentimento, criaram um texto que "descreve" a minha mãe e que tem tudo a ver com ela.

    Beijinhos da Verinha (la brujita)...:)

    ResponderEliminar
  17. Hola querida MAR!

    Es verdad, Sergio, como dice mi Verinha Mágica, mi hija linda, supe interpretar muy bien mis sentimientos...
    Me duele saber que hay personas que no tienen un techo y una cama para dormir...
    Como dices, la foto es tremenda, pero esta aun más porque es un niño que está en el suelo y, aun así, las personas pasan y no miran tampoco...
    Es como dices... Meu Deus! que falta de sensibilidad...
    De mi post anterior... el día en que nos demos cuenta que a este mundo lo salvaremos cuánto más cosas nos unan y no cuánto más separados estemos... será, seguro, un día muy feliz para mi!
    Como quisiera vivir en tu país "Ensueño Ideal"!

    Gracias por tus palabras y tu cariño Amiga Mar!

    Un beso enorme.

    ResponderEliminar
  18. Olá Mila!

    Muito obrigada pela visita e pelas tuas palavras de carinho.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  19. Olá Barcellos!

    Deus te oiça e que a beleza dos teus versos se transorme em realidade.

    Obrigada pelas palavras que me deixas.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  20. Alma,
    Sementes como as do Sérgio precisam de jardineiras dedicadas, como você, para se multiplicarem. Uma pequena mudinha nasceu nos Sete Ramos, graças a você. E com ela, veio uma modesta homenagem a seu blog. Se quiser colhê-la, é sua. Um abraço.

    ResponderEliminar
  21. Você e o Sergio são pessoas encantadoras, Alma! Seus textos nos sensibilizam, comovem e ao mesmo tempo nos conscientizam! Vocês são dois anjos!
    Agradeço a Deus por ter tido a oportunidade de conhecê-los!

    Beijinho e que Deus os abençoe sempre!

    ResponderEliminar
  22. Hola Reltih!

    Muchas gracias por tus palabras...

    Un beso.

    ResponderEliminar
  23. Olá querida Carmem!

    Eu também prefiro o calor que aquece a alma e o coração, mas, infelizmente, ainda há muita gente com coração frio e de pedra que passa imune a estas imagens que, a mim, partem o coração...

    Obrigada pelo carinho.

    ResponderEliminar
  24. Olá Lis!

    É isso mesmo, é urgente encontrar formas de começar...

    Obrigada pelo carinho.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  25. Hola Wílliam Venegas!

    Bienvenido.

    Gracias por tu visita, aunque no entienda lo que me dices.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  26. Olá querida ♥*♥(Franciete)♥*♥!

    Muito obrigada pelo teu carinho.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  27. Hola medianoche!

    Muchas gracias por tus palabras y tus ruegos... se necesitan!

    Un beso.

    ResponderEliminar
  28. Hola Cecy!

    Muchas gracias por tus palabras y por el cariño.

    En nombre de Sergio, también..., muchas gracias!

    Un beso.

    ResponderEliminar
  29. Olá querida Valéria!

    Que saudades Amiga!

    Fico contente por saber que a minha Princesa linda está bem e tu e a tua família, obviamente.

    Quando vou ao Brasil?
    Por mim, ia amanhã mesmo... quem me dera.
    Mas prometo que quando pisar terras de Vera Cruz vou visitar-te.

    Mando um beijo enorme para ti e o maior... para a minha Princesa linda que responde pelo nome da Barbara.

    ResponderEliminar
  30. Olá querida Fátima!

    Muito obrigada por partilhares das minhas angustias e pelo carinho que sempre demonstras nas tuas palavras.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  31. Olá meu Amigo Valdeir!

    Na verdade este post foi escrito pelo Sergio que tem um coração que não lhe cabe no peito, mas retrata o meu pensar e o meu sentir.

    Sabes o que mais me incomoda?
    É a insensibilidade de quem passa e desvia o olhar..., além do sofrimento que esse..., ninguém o vive por eles!

    Muito obrigada pelo carinho.

    Um beijo e boa sexta-feira.

    ResponderEliminar
  32. Olá Sight Xperience!

    É verdade, uma imagem vale mais que mil palavras... e quem tem a paixão pela fotografia..., já deve ter visto muito sofrimento!

    Eu é que agradeço a visita e as palavras.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  33. Hola Reltih!

    Es verdad, es muy doloroso el tema y lo que la realidad nos enseña...

    Gracias...

    Un beso.

    ResponderEliminar
  34. Hola querida ÁFRICA!

    Gracias por el cariño... es verdad, duele el corazón por la cruda realidad.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  35. Olá Anónima linda!

    Filha linda..., que queres que te diga...?

    Me emocionam as tuas palavras, mas para não te zangares comigo :=) não te contradigo...:=)

    Posso sim falar-te do Sergio..., mas que dizer-te que já não saibas?
    É um prodígio sim!
    É muito talentoso sim!
    E é um grande Ser Humano... SIM!

    Obrigada filha por deixares aqui as tuas impressões...

    Um beijo do tamanho do Universo.

    ResponderEliminar
  36. Olá Amigo Barcellos!

    É verdade, o Sergio tem um dom muito especial...

    E já colhi a homenagem que de modesta não tem nada.

    Já a colhi e está já, aqui, no meu blog!

    Muito obrigada pelo carinho, em nome do Sergio e em meu nome pessoal.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  37. Olá Verinha linda!

    Muito obrigada minha querida!
    Tu também és uma pessoa encantadora!
    Dás-me lições de vida, sabias?
    Para mim é um privilégio poder ler-te e ter-te por aqui...

    Em nome do Sergio..., muito obrigada!

    Um beijo enorme e uma excelente sexta-feira!

    ResponderEliminar
  38. Hola amiga Alma,

    Realmente conmovedor y emocionante.

    El ser humano aun no comprende o no puede solucionar y poder prosperar para ofrecer una vida mejor para todos?
    La vida del ser humano no mejora y estamos en el siglo 21.

    Sera siempre asi?

    Un beso y feliz fin de semana

    ResponderEliminar
  39. Hola Amigo Poseidón!

    Gracias...
    Es verdad, en pleno siglo XXI no aprendemos que si hay un hermano nuestro que "vive" así..., es la indignidad de la Humanidad...
    Nadie merece vivir así...
    Ojalá no sea siempre así...!

    Un beso mi Amigo y un excelente fin de semana.

    ResponderEliminar
  40. Que postagem comovente minha amiga.
    A foto diz tudo!!!
    Alma, tu recebeste o meu imail?
    Tudo muito lindo por aqui,muita alma e muito sentimento.
    Parabéns pelo bom gosto e ainda vindo de alguém tão espirituoso e humano Serpai.
    Parabéns pela escolha,teu blog acolhe amada.
    Beijos te amo muiiiiito.

    ResponderEliminar
  41. ja viste o selo que tenho para ti no meu blog?

    ResponderEliminar
  42. Tenías razón, querida amiga, se me encoge el corazón con estas fotografías...

    Me ha impresionado muchísimo el texto de Serpai, es como una inyección en la vena del alma...llega directa...

    ¡Cuántas injusticias en un mundo que se desmorona, que se viene abajo...!

    Las personas ya no tienen (ni quieren) tiempo para pensar en aquellas almas débiles que más nos necesitan; por las que nuestras vidas se llenarían de sentido...pues es sólo en tanto que damos la mano a nuestro hermano como nuestra vida se vuelve plena y completa.

    Victor Frankl, decía en "El hombre en busca de sentido" (libro que te recomiendo especialmente a tí, Alma; es triste pero necesario en nuestro aprendizaje...):

    “Lo primordial es estar siempre dirigido hacia algo o alguien distinto de uno mismo.
    Hacia un sentido que cumplir, una causa a la cual servir o una persona a la cual amar, eso es lo que da el verdadero sentido a la vida”.

    Porque si no, corremos el peligro de no poder abrir nunca más una ventana en nuestro denso muro de egoísmo y quedarnos sumidos en la oscuridad para siempre...

    GRACIAS POR TU SOLIDARIDAD Y GENEROSIDAD, AMIGA, Y POR RECORDARNOS TODAS ESTAS COSAS...

    Un fuerte beso.

    ResponderEliminar
  43. Alma,

    Ótimo domingo e uma excelente semana pra você.

    Beijo na alma.

    ResponderEliminar



¡Deja hablar tu corazón...
tus palabras son carícias en mi alma!

ALMA


Deixa o coração falar...
as tuas palavras são caricias para a minha alma!

ALMA


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...